10 de março de 2008

sfumato

.
O outro inventou o sfumato, uns "anitos" depois, jean-marie massaud pega na técnica dele e catrapimbas.
Podem ir ver mais coisas da GLAS, a empresa que comercializa o fiction (nome que deram ao sfumato), tem mais coisinhas, em vidro, claro!
Gosto especialmente do contraste entre um material bruto (betão/concreto) e o utro delicado e frágil (vidro), os travessos foram felizes nas imagens do catálogo.

7 comentários:

Maria Manuela (M&M) disse...

Eu já te disse que adoro vir aqui !!! À conta o que aqui aprendo já passei por esperta...

bjinhos

Chris disse...

gostei do cinza:)

olha como que ficou:
http://crisalcantara.zip.net/

a disse...

é... diz que está na moda, mais bruto ou mais suave, a intenção é que conta. no museu nacional machado de castro em coimbra vamos pôr estuque veneziano.

bruno disse...

M&M: vê lá tu que às vezes até eu passo por esperto...

bruno disse...

a: vamos?

a disse...

bruno, bora! O Museu ainda não inaugurou mas acho que posso organizar uma visita contigo.

kidding! Pois é, diz que o meu estágio é fazer o projecto expositivo do museu nacional de machado de castro em coimbra. e isso significa mobiliário, vitrinas, revestimento de paredes....

MONALISA disse...

olha que isto é giro...