3 de março de 2008

Cinderela

..


Estas imagens, ilustram o nelson-atkins museum of art, na verdade trata-se do projecto de extensão, da autoria do steven holl. Eu até gosto do maroto, gosto de uma ou outra coisa que ele faz (na segunda podemos perceber uma recorrência patente no projecto deste museu) .
Gosto, e podemos perceber que, neste projecto, ele se saiu bem. Saiu?
Bom, é o que vos digo, conseguimos perceber a tensão entre um edifício neo-clássico-copy-paste (será que acertei no neo?) americanoide, e um elemento branco, aparentemente racional, que se impõe numa existência antes condenada (coitadas das colunas gregas que não têm culpa nenhuma! gregas?).
Mas não era por isso que eu vos queria mostrar este projecto. Queria, agora que já viram estas fotos, mostrar-vos como é que fica a coisa durante o dia. Voilá!
Como podemos perceber, a beleza do ser iluminado, puft, catrapumbas! Não existe durante o dia!
No fundo, a grande beleza das luminárias é a luz, certo?

Sim, sei que os objectos também vivem durante a noite, e eu até gosto bastante dela, mas acho que a essência de um projecto não se pode basear apenas nisso!
Bom, talvez esteja a ser mauzinho, talvez...
Mas acho lindo, maravilhoso, fantástico um projecto que mais parece uma cinderela, quando chega o dia puft, a carruagem vira uma abóbora, e o mono que lá estava antes da intervenção, continua um mono...
A verdade é que, no conto, eles viveram felizes para sempre, o príncipe e a cinderela, digo...
No conto do steven holl, ele acrescentou à vida do casal, a eterna presença da Anastácia e da Genoveva, que transformam a princesa, durante o dia, enquanto o príncipe iluminado se ausenta para as caçadas, numa borralheira condenada a ser princesa só ao entardecer...

5 comentários:

Maria Manuela (M&M) disse...

Eu posso ficar com uma divisão... não preciso de mais...

lindo

beijos

a disse...

yeark!

Não gosto! Claro que não pode funcionar só de noite, de qualquer forma, n acho que funcione, as fotos é que foram bem tiradas.

NAELA disse...

Bruno o importante é apreciar diferentes perspectivas de arquitectura!
Beijo

MONALISA disse...

Este paralelismo com a cinderela está bem visto.

Nuno Castelo-Branco disse...

Já agora, Bruno, tira umas fotos ao Palácio de S. Bento e à sua extensão. Sim, aquela que parece uma caixa de sapatos.