31 de dezembro de 2007

o dia do sujeito x

No dia 31 de dezembro as pessoas juntam-se, os amigos brindam e desejam aquelas coisas que durante o ano, muitas vezes, ficam por dizer. (não, não estou a dizer mal dos meus amigos, é só uma pequena nota introdutória de carácter para o assunto principal)
Na realidade, os meus amigos que também são, na sua maioria, amigos do sujeito x, são uns marotos, atenção que eu me incluo nesta categoria, na boca do nelson rodrigues, seriamos todos uns canalhas!
Ora vejam.
Dia 31 de dezembro de 1998, nesse ano, julgo, como em tantos outros, passamos juntos, eu e alguns dos meus amigos, nos quais incluo o sujeito x, brindamos, festejamos, bebemos, uns mais que outros, o sujeito x mais que os outros, e fizemos uma farra contida.

Naquele tempo as festas eram contidas. Tão contidas que nem nos lembrávamos que o sujeito x deveria ser o herói da noite e não um qualquer relógio, por norma o da rtp, ou da sic, que pauta a passagem de um dia, normal, para outro dia, normal.
A verdade é a seguinte, o sujeito x, faz anos no dia 31, e não deve entender muito bem porque é que a maltinha passa o dia todo sem lhe ligar pevas e, prestes a terminar o dia dele, o povinho fica excitado, quando chega o novo dia, é a farra total.

Agora imaginemos que somos o sujeito x (sujeito x o tanas, tiago, tiaguinho para os amigos, e sexy boy, em homenagem a Air), e que vemos passar o nosso dia de anos, sem um telefonema, sem uma mensagem, sem uma prenda ou um abraço e, ao bater da meia noite, puft, lá vêm as mensagens, de extremo bom gosto, e hiper criativas - feliz ano novo!
Na cabeça do sujeito x, vulgo tiago, tiaguinho ou sexy boy, só deve estar uma coisa, feliz ano novo!? só se for para ti, meu grande canalha!

Verdade seja dita, o ano não é assim tão novo quando nós entramos nele, afinal de contas já foi usado pelos australianos, pelos indianos e por mais de metade dos terráqueos...
é quase como ser o segundo indivíduo a pisar a lua, quando lá chegas ninguém se lembra de ti!
ou alguém se lembra do Edwin Aldrin?

PS. ide lá, ide lá, e se tiverem algum amigo que faça anos hoje, liguem-lhe, dêem-lhe muito amor e carinho, mas façam-no antes da meia noite, ok!?

PS.2 será que os problemas de álcool do sujeito x, foram causados pelo sucessivo esquecimento da sua data? hum! deixa-me cá ligar-lhe antes que ele comece a beber...

PS.3 eu ainda não acredito que o homem tenha ido à lua! (ahaha, esta é só para chatear o meu pai...)

3 comentários:

Zaka disse...

Tenho sim... tenho a minha amiga Índia que faz aninhos hoje e a quem já telefonei! A dar os parabéns, a dizer que gosto muito dela e só no fim da chamada, é que lhe desejei as tais boas entradas! :P

Anónimo disse...

Segundo a teoria de um dos nossos tios, o Gentil, essa história da lua foi tudo gravada em um estúdio de Roliúde. E olha que ele é fonte boa.

Pablo

bruno disse...

zaka: fiquei curioso, tens uma amiga índia? ou indiana?

pablo: seu tio gentil é sábio. Mas acho que o meu pai não vai gostar muito dele... E se você torcer muito pelo seu tio, será persona non grata para meu pai... olha que isso é assunto sério, hein!