15 de abril de 2009

what the fuck is art ?

Ontem, instigada por um trabalho de faculdade, a minha mãe perguntou-me o que era arte.
Fiz uma pausa e percebi que não consigo responder a essa pergunta como se responde que dois e dois são cinco.
Depois, a conversa, mais uma vez suscitada pela carga de trabalhos da faculdade, derivou para o confronto entre o conhecimento enquanto poder e, segundo um autor, que não ma lembra o nome do petiz, o conhecimento restrito à ciência por sua vez circunscrito à tecnologia.

E por ali seguimos filosofando sobre arte, o conhecimento e sobre a correria do dia-a-dia.

Discutimos o facto de não termos tempo para reflectir nas coisas e como o facto de termos tanto conhecimento à nossa disposição nos deixa paralisados face ao tanto que ignoramos.

Portanto, eu que estudei tanto a história da arte, percebo que não sei o que é arte.
É que existem milhares de conceitos de arte por aí.
Arte é a busca pelo belo, será? (e o que é o belo, não me venham com o gillo dorfles e a estética e o gosto, ok!)
Arte é uma manifestação do homem, desprendida de função objectiva! (hum, ok, mas muito vago...)
Arte é tudo e mais um par de botas que crie impacto, e provoque interacção entre um criador e um observador. (aqui entram as merdinhas das instalções e de muitas das performances que não fazem sentido algum que não para o seu criador, e para milhares de críticos de arte que buscam um entendimento maior do existencialismo).

Afinal o que é arte?
um quadro é arte?
ok, é pintura!
um filme é arte, diz que é a sétima, mas todos os filmes são arte, até o rambo e a música no coração?
Fotografia é arte, mas e as fotos da matadinho que andaram a rodar na net, são arte? e quem é que diz que é arte ou não? ainda existe academia das artes? eles ditam as regras?
as regras surgem todos os dias?
Existe distanciamento para que possamos classificar o que é arte, hoje?

Será que o marcelo do campo matou mesmo a arte, com um simples urinol?

E quando a minha visinha diz que o filho dela é um verdadeiro artísta, devo acreditar?

bom, já dizia o outro, estudamos muito para ficarmos estupidos.
E diz ainda o outro que o paraíso é dos pobres de espírito.

tu que perdeste tempo a ler isto, sim! tu!
tu que sabes o que é arte, explica-me que eu já não sei o que é...
Tu que não sabes o que é mas que vais pesquisar por aí e tens tempo para me ajudar a ajudar a minha mãe, afinal de contas é triste ela perceber que o tempo que eu passei na faculdade só serviu para me tornar imbecil.
bom, se tiveres a tua versão do que é arte, manda uma mensagem para a minha caixinha de coments.

Não sei se perceberam, eu não sei o que é arte mas sei perguntar, o que é arte? em inglês, además, com palavreado rico e próprio de quem anda atento aos outros povos.

Hoje em dia trocamos um tipo de conhecimento, por outro. É o sinal dos tempos!

4 comentários:

Laura disse...

Bruno,

Também sempre sofro destes questionamentos. Não sei o que é arte, mas gosto de ouvir sobr ela.

Participo há 4 anos de um seminário internacinal que acontece no Museu Vale em Vila Velha-ES.

São questionamentos sobre a arte no pensmento,na criação, na critica, muito nteressantes. Dá uma olhada no ste deles. Vale a pena! www.seminariosmv.org.br

Um abraço,

a disse...

Arab Radio and Television (ART)

Arte (Association Relative à la Télévision Européenne)

a disse...

http://criticanarede.com/html/principiosdaarte.html

C r is Alcântara disse...

"Existe uma tese da arte conceitual, da arte feita só por idéias. Isso não tem cabimento. Para refletir, preciso ler filosofia, não vou me ocupar do estilo de pintar do Cildo Meirelles para fazer isso. Ele é um excelente pintor, mas por que ele não pinta em vez de fazer o que está fazendo? Co­loca escrito na obra "Urinóis – cocô artificial com planta natural". É para pensarmos sobre isso? O que vamos pensar sobre cocôs e plantas artifi­ciais? Isso é muito pobre. Se ele fi­zesse os guaches que fazia antes, se comunicaria e transmitiria coisas que as pessoas poderiam sentir por meio da arte".

Esse aí é o Ferreira Gullar em mais uma das teorias que ele tem sobre a arte. Arte feita de sublimação, acho que é isso, arte é tudo que sublima. (Retira o homem do real, do palpável) fora -grande parte das vezes - da razão conhecida da maneira que todos nós a conhecemos.